30 maio, 2012

Um Dia

 (Filme: Um Dia)
Eu esperei me recuperar para escrever algo. Senão só conseguiria escrever "o quanto eu sinto sua falta, e vou sentir pro resto da minha vida". Mas já passou mais de um mês, e percebi que frases como "pro resto da minha vida" principalmente se referindo a sentimentos devem ser evitadas, vi que era tempo de me tocar, de seguir, porque você não voltaria atrás na sua decisão, e injusto seria eu parar a minha vida porque você quer dar um rumo a sua. Eu chorei tantas noites depois de tudo, é. Chorar me fazia jogar toda a saudade que eu estava de você pra fora, mas no outro dia algo me lembrava você e o choro voltava e foi assim por dias, mas aqui estou eu, viva. Em meio a tentativa de ser metade-sua, ser metade de tudo que já fui na sua vida, metade-amiga, metade-amor, a outra metade brigou comigo, ela não aceitava ficar sem você e pensando na frase "não deixe portas entreabertas encare-as ou as bata de uma vez, porque meias entradas entram meias felicidade" eu bati a porta, fiz a minha metade feliz te dar tchau e imaginei que agora comigo completa eu poderia pensar em ser feliz por mim mesma. Tentei conseguir todos os "outros focos" possíveis em uma vida, estudos, família, amigos e até outros caras, mas sabe o que acontece? não dá certo, definitivamente. Então, daí vai uma dica, apostar em coisas novas. Realmente novas. E aqui estou eu, lendo mais, e passando menos tempo no seu facebook, trabalhando mais e passando menos tempo online, ouvindo mais música do que lendo mensagens antigas, tirando novas fotos e vendo menos fotos antigas e por ai vai, mas nada que num fim de noite fria e silenciosa ainda não me faça pensar em você, e em todas as promessas que fizemos, sempre cabe uma ilusão em algum espaço da felicidade né? E por tudo que vivemos, eu só desejo que até o fim da vida a gente se reencontre, eu tenho muitos bons momentos pra me lembrar e que gostaria de revivê-los.
25 maio, 2012

Esquecer disso

Deixa pra lá.. você está sendo injusto não me dando nem uma chance de voltar para sua vida,mas eu ja não sei mais o que falar. Eu queria te pedi desculpas pelas vezes que não fui o que você esperava que eu fosse, pelas vezes que você esperava que eu "voltasse normal" e eu ainda tava estranha e distante, pela expectativa da minha fala e eu ainda calada, por tudo que falhei com você, no carinho, na paciência, na gentileza, falhei como namorada e como amiga vendo que não tava tudo certo mas eu fui deixando passar, desculpa por ter deixado você perder seu encanto por mim, e não ter percebido o quanto eu estava errada sobre aquilo tudo antes de você tomar sua decisão de se afastar. Quando você terminou comigo eu ainda acreditava que tinha volta, no dia seguinte ou na semana seguinte, mas você está me evitando, porque eu sei que não tem como você se iludir achando que eu voltei “ao normal” num momento que você não pode ficar “gastando tempo” com isso, eu sei que não é segunda chance quando você já teve umas 100 delas, mas eu só queria uma chance pra te mostrar que eu posso ser o melhor pra você agora entende? Que não é porque você vai estar nervoso ou impaciente que você não vai continuar sendo o cara que eu amo, o amor deveria acima de tudo, suportar tudo isso, o meu já fez de tudo que pode, eu tentei me “ajeitar” na sua vida, ocupando o pouco espaço que me restou, depois que tudo que te fiz passar era o mínimo que eu poderia me conformar,  eu tenho uma mente muito pequena mesmo, e conformo com muito pouco, mas esse pouco que parece pra você inclui tudo que eu preciso que é sentimento, você foi o único que me mostrou a parte boas deles, e eu não queria me despedi tão cedo esperando que você fosse entender que quando eu falei que te amava, eu não esperava ter que me esquecer disso.
Ocorreu um erro neste gadget